quinta-feira, 30 de setembro de 2010

Blogagem Coletiva - Meu Personagem Favorito

Postado por Celeste Maria Cesar Galvão às 15:30 26 comentários

 Este post faz parte da Blogagem Coletiva proposta pela Vanessa do Blog Fio de Ariadne.


Meu personagem favorito é Frank Slade, do filme Perfume de Mulher, interpretado por Al Pacino.

Pacino é um coronel aposentado, homem ranzinza acometido de uma cegueira tardia, herança dos tempos em que passou a serviço das forças armadas. É procurando um emprego de fim-de-semana que o jovem estudante secundarista Charlie Simms (Chris O'Donnel) decide enfrentar a tarefa de cuidar de Frank para a sua família, que parte em viagem no dia de ação de graças. Mal sabe ele que Frank tem outros planos, que incluem viajar a Nova York e se esbaldar com tudo do bom e do melhor, numa espécie de amarga despedida de uma vida à qual ele não quer mais se apegar. Forçado a acompanhar o irascível e rude coronel, Charlie tem ainda que se preocupar com uma enrascada em que se meteu na escola com o amigo riquinho . Charlie acaba descobrindo facetas interessantes da personalidade de Frank, o que pode ou não alterar o rumo de suas vidas durante seu período juntos.

A história é contada sob o ponto de vista do estudante. Charlie começa o filme com uma atitude meio perdida e sem rumo, mas seu processo de amadurecimento dá uma acelerada assim que o ego do coronel mal-educado de Pacino cede espaço a uma personalidade menos intragável. Exímio conhecedor de mulheres e das fragrâncias por elas usadas, Frank começa a demonstrar muitas outras qualidades escondidas sob sua carapaça arrogante. Ele vai de momentos de genuína ternura paternal em relação ao rapaz a terríveis ataques de auto-preservação e agressividade, às vezes com a sutileza de um trombone.

Numa jornada marcada por momentos de constrangedora sinceridade e passagens de encanto inegável, como o tango com a bela moça do restaurante (Gabrielle Anwar) o personagem de Frank demonstra uma personalidade forte e marcante com traços de sensibilidade e ternura. 

Vejam abaixo a cena memorável de Frank dançando tango no filme que rendeu a Al Pacino o Oscar de melhor ator:









até a próxima,



quarta-feira, 29 de setembro de 2010

Manifesto em Defesa da Democracia

Postado por Celeste Maria Cesar Galvão às 21:18 6 comentários
               Foto: fonte - revista Veja

Caros amigos,

Na quarta feira da semana passada, dia 22, em frente à Faculdade de Direito do  Largo de São Francisco em São Paulo foi  lançado, com a leitura de um manifesto, um movimento apartidário em defesa da democracia e da liberdade de imprensa e de expressão. Ele veio a público com 59 assinaturas iniciais de pessoas de destaque porque é preciso que um grupo se proponha a dar a largada. São  juristas, intelectuais, líderes religiosos e atores.

Vou citar só alguns porque a lista é muito grande para eu colocar todos aqui:   Hélio Bicudo, D. Paulo Evaristo Arns, Carlos Velloso, Celso Lafer, Adilson Dallari, Miguel Reali Jr., Therezinha de Jesus Zerbini, José Carlos Dias, Mailson da Nóbrega, Ferreira Gullar, Carlos Vereza, Marco Antonio Villa, Boris Fausto, Mauro Mendonça, José Alvaro Moisés, José A. Gianotti, Leôncio Martins Rodrigues, Everardo Maciel, Rosa Maria Murtinho, Lurdes Solla e outros.

O manifesto que fala dos riscos de autoritarismo que se vislumbram neste momento foi lido por Hélio Bicudo ex-petista e  ex-fundador do PT.

A coleta de assinaturas começou ali mesmo durante  o ato público  com as pessoas fazendo fila para assinar e continuou  pela internet.  O texto está aberto a quantos queiram endossá-lo. Existe um site para a coleta de novas assinaturas que foi liberado após a leitura do manifesto. Até a hora que eu visitei o site hoje, que vou postar abaixo, o manifesto tinha 55.536 assinaturas.

Participe deste movimento. É fundamental reagir prontamente às tentativas de instalar o autoritarismo. Os sinais todos estão aí, muito claros.  Participe desta luta. Entre no site, leia o manifesto e se achar conviniente, assine.
 
Pela defesa da liberdade de imprensa e de expressão;
 
Pela preservação do regime democrático e dos direitos individuais;
 
Contra o autoritarismo, o abuso e a corrupção.

terça-feira, 28 de setembro de 2010

O Bem Amado, o filme

Postado por Celeste Maria Cesar Galvão às 19:56 16 comentários

Ontem fui ao cinema com meus pais assistir ao filme O Bem Amado.
Recordo-me vagamente da novela, que passou em 1973 e cujo ator principal era Paulo Gracindo no papel de Odorico Paraguaçu.
Posteriormente, entre 1980-1984, passou na tv uma série com o mesmo nome, também com Paulo Gracindo, esta eu me recordo bem.
Confesso que fui ao cinema sem grandes espectativas, já que eu conhecia a história e achei que não haveria novidades no filme, mas a produção do filme me surpreendeu. Figurino, interpretação, música, maquiagem, sátira, humor, tudo de primeira.

Baseado na obra de Dias Gomes, O Bem Amado conta a história do prefeito Odorico Paraguaçu, que tem como meta prioritária em sua administração na cidade de Sucupira, a inauguração de um cemitério. De um lado é apoiado pelas irmãs Cajazeiras. Do outro, tem que lutar contra a forte oposição liderada por Vladimir, dono do jornaleco da cidade.
Por falta de defunto, o prefeito nunca consegue realizar sua meta. Nem mesmo a chegada de Ernesto - um moribundo que não morre - e a contratação de Zeca Diabo, um cangaceiro matador, lhe proporcionam a realização do sonho.
Odorico arma situações para que alguém morra, mas o primeiro corpo a ser sepultado em Sucupira será o do próprio prefeito, que de caçador se torna caça e passa de vilão à mártir.


Produzido por Paula Lavigne e escrito e dirigido por Guel Arres, O Bem Amado tem Marco Nanini, no papel de Odorico Paraguaçu, Matheus Nachtergale como Dirceu Borboleta, José Wilker como Zeca Diabo, Andréa Beltrão, Drica Moraes e Zezé Polessa como as Irmãs Cajazeiras, Maria Flor como Violeta, Tonico Pereira como Vladmir, Caio Blat como Neco e Edmilson Barros como Chico Moleza.

Assistam ao trailer, até a música tema do filme é interessante:








Mas, se vocês se interessaram em assistir a este filme, deixo para o final a grande surpresa, em ano eleitoral, a comparação da cidade de Sucupira com o nosso país é algo bem significante...

 beijos e até a próxima



segunda-feira, 27 de setembro de 2010

Esvaziando os Armários de Nossa Vida

Postado por Celeste Maria Cesar Galvão às 07:56 24 comentários


Esvaziando os Armários de Nossa Vida


Todos os anos há um momento em que olhamos nossos armários com um olhar crítico.

Olhamos aquelas roupas que não usamos há tanto tempo.

Aquelas que tiramos do cabide de vez em quando, vestimos, olhamos no espelho, confirmamos mais uma vez que não gostamos e guardamos de volta no armário.

Às vezes tiramos alguma coisa e damos para alguém, mas a maior parte fica lá, guardada sabe-se lá porquê.

Um dia alguém me disse: tudo o que não lhe serve mais e você mantém guardado, só lhe traz energias negativas.

Livre-se de tudo o que não usa e verá como lhe fará bem.

Acontece que nosso armário não é o único lugar da vida onde guardamos coisas que não nos servem mais.

Você tem um armário desses no interior da mente.

Dê uma olhada séria no que anda guardando lá.

Experimente esvaziar e fazer uma limpeza naquilo que não lhe serve mais.

Jogue fora idéias, crenças, maneiras de viver ou experiências que não lhe acrescentam nada e lhe roubam energia.

Faça uma limpeza nas amizades, aqueles amigos cujos interesses não têm mais nada a ver com os seus.

Aproveite e tire de seu "armário" aquelas pessoas negativas, tóxicas, sem entusiasmo, que tentam lhe arrastar para o fundo dos seus próprios poços de tristezas, ressentimentos, mágoas e sofrimento.

A insegurança dessas pessoas faz com que busquem outras para lhes fazer companhia, e lá vai você junto com elas.

Junte-se a pessoas entusiasmadas que o apóiem e apóiem seus sonhos e projetos pessoais e profissionais.

Não espere um momento certo, ou mesmo o final do ano, para fazer essa "faxina interior".

Comece agora e experimente aquele sentimento gostoso de liberdade.

Liberdade de não ter de guardar o que não lhe serve.

Liberdade de experimentar o desapego.

Liberdade de saber que mudou, mudou para melhor, e que só usa as coisas que verdadeiramente lhe servem e fazem bem.

Corrado Spallanzani


Começa a semana e eu já comecei minha limpeza interior e você, topa uma faxina?

Desejo a  quem carinhosamente passa por aqui uma excelente semana...




domingo, 26 de setembro de 2010

Dedique uma canção a quem você ama

Postado por Celeste Maria Cesar Galvão às 15:12 25 comentários


Blogagem Coletiva do Espaço Aberto


Eu dedico essa blogagem a uma pessoa muito especial em minha vida a quem eu amo muito:

Seu nome é Vìtor e ele é meu melhor amigo. 

Quando eu conheci o Vitor meu mundo era diferente, eu não conhecia o que a música significava...


Nos tornamos muito amigos e com o passar do tempo Vítor foi me ensinando que a sua paixão pela música era algo significativo.


 Através da música, dizia ele, podemos viajar a vários lugares do mundo...


A melodia nos modifica, as letras são poemas que nos transformam... e eu passei a reparar melhor nas canções que ele me mostrava e principalmente nas letras destas músicas.


Um mundo novo foi se abrindo para mim...ouviamos todo tipo de música...e cada uma delas era uma viagem a um mundo de sonhos,


Aprendi a gostar de vários estilos de música e descobri que eu gosto até de rock...

e por isso, hoje eu quero dedicar a você Vitor essa canção:

 When it"s Love - Van Halen









 Beijos e até a próxima,

Celeste Galvão




Postado posteriormente:

Eu não poderia deixar de atender um pedido do meu homenageado em seu comentário. Pensei até em postar esse música em sua homenagem mas mudei de idéia, mas lá vai meu querido:

The best is yet to come - Scorpions



 

 Tradução da Letra

O Melhor Ainda Está Por Vir

Através das planícies do deserto
Onde nada se atreve a crescer
Eu te ensinei a cantar
Você me ensinou tudo que eu sei
E pensei que a noite fosse jovem
E nós não sabemos se vamos viver para ver o sol




O melhor ainda está por vir
Eu sei, você sabe
Que nós apenas começamos
Através dos altos e baixos
E como eu posso viver sem você
Você é parte de mim
E você sempre foi o único
Mantendo-me sempre jovem
E o melhor ainda está por vir




Na na na na
Não olhe agora, o melhor ainda está por vir
Na na na na
Pegue minha mão, o melhor ainda está por vir




Pensando nos momentos
Como nós rimos e choramos
Eu não mudaria nada
Eu não poderia mesmo se eu tentasse
Através do vento e da chuva
O espírito da nossa música continua o mesmo




O melhor ainda está por vir
Eu sei, você sabe
Que nós apenas começamos
Através dos altos e baixos
E como eu posso viver sem você
Você é parte de mim
E você sempre foi o único
Mantendo-me sempre jovem
E o melhor ainda está por vir




Na na na na
Não olhe agora, o melhor ainda está por vir
Na na na na
Pegue minha mão, o melhor ainda está por vir




Oh você pode sentir isso no ar?
Está em seu coração e em toda parte
Temos de manter esse sonho vivo




Atravessamos uma outra estrada
E enfrentamos mais um dia
Soldados nunca morrem
Eles só se apagam
Como podemos envelhecer
Quando a trilha sonora de nossas vidas é o rock and roll




O melhor ainda está por vir
Eu sei, você sabe
Que nós apenas começamos
Através dos altos e baixos
E como eu posso viver sem você
Você é parte de mim
E você sempre foi o único
Mantendo-me sempre jovem
E o melhor ainda está por vir




Na na na na
Não olhe agora, o melhor ainda está por vir
Na na na na
Pegue minha mão, o melhor ainda está por vir




Na na na na
Não olhe agora, o melhor ainda está por vir
Na na na na
Pegue minha mão, o melhor ainda está por vir.


Beijos,










sábado, 25 de setembro de 2010

A Aceitação do AGORA - Eckhart Tolle

Postado por Celeste Maria Cesar Galvão às 06:00 15 comentários


A Impermanência e os Ciclos da Vida


Existem ciclos de sucesso, como quando as coisas acontecem e dão certo, e os ciclos de fracasso, quando elas não vão bem e se desintegram. 

Você tem de permitir que elas terminem, dando espaço para que coisas novas aconteçam ou se transformem.

Se nos apegamos às situações oferecemos uma resistência nesse estágio, significa que estamos nos recusando a acompanhar o fluxo da vida e que vamos sofrer. 

É necessário que as coisas acabem, para que coisas novas aconteçam. Um ciclo não pode existir sem o outro.

O ciclo descendente é absolutamente essencial para uma realização espiritual. 

Você tem de ter falhado gravemente de algum modo, ou passado por alguma perda profunda, ou por algum sofrimento, para ser conduzido à dimensão espiritual. Ou talvez o seu sucesso tenha se tornado vazio e sem sentido e se transformado em fracasso.

O fracasso está sempre embutido no sucesso, assim como o sucesso está sempre encoberto pelo fracasso. No mundo da forma, todas as pessoas “fracassam” mais cedo ou mais tarde, e toda conquista acaba em derrota.

Todas as formas são impermanentes....

Um ciclo pode durar de algumas horas a alguns anos, e dentro dele pode haver ciclos longos ou curtos. Muitas doenças são provocadas pela luta contra os ciclos de baixa energia, que são fundamentais para uma renovação. Enquanto estivermos identificados com a mente, não podemos evitar a compulsão de fazer e a tendência para extrair o nosso valor pessoal de fatores externos, tais como as conquistas que alcançamos.

Isso torna difícil ou impossível para nós aceitarmos os ciclos de baixa e permitirmos que eles aconteçam. Assim, a inteligência do organismo pode assumir o controle, como uma medida autoprotetora, e criar uma doença com o objetivo de nos forçar a parar, de modo a permitir que uma necessária renovação possa acontecer.

Enquanto a mente julgar uma circunstância “boa”, seja um relacionamento, uma propriedade, um papel social, um lugar ou o nosso corpo físico, ela se apega e se identifica com ela. Isso faz você se sentir bem em relação a si mesmo e pode se tornar parte de quem você é ou pensa que é.

Mas nada dura muito nessa dimensão, onde as traças e a ferrugem devoram tudo. Tudo acaba ou se transforma: a mesma condição que era boa no passado, de repente, se torna ruim. A mesma condição que fez você feliz agora faz você infeliz. A prosperidade de hoje se torna o consumismo vazio de amanhã. O casamento feliz e a lua-de-mel se transformam no divórcio infeliz ou em uma convivência infeliz.

A mente não consegue aceitar quando uma situação à qual ela tenha se apegado muda ou desaparece. Ela vai resistir à mudança. É quase como se um membro estivesse sendo arrancado do seu corpo.

Isso significa que a felicidade e a infelicidade são, na verdade, uma coisa só. 

Somente a ilusão do tempo as separa.

Não oferecer resistência à vida é estar em estado de graça, de descanso e de luz. Nesse estado, nada depende de as coisas serem boas ou ruins...

Observe as plantas e os animais, aprenda com eles a aceitar aquilo que é e a se entregar ao Agora.

Deixe que eles lhe ensinem o que é Ser.

Deixe que eles lhe ensinem o que é integridade – estar em unidade, ser você mesmo, ser verdadeiro.

Aprenda como viver e como morrer, e como não fazer do viver e do morrer um problema.   (Do livro Praticando O Poder do Agora.)




Eckhart Tolle, pseudônimo de Ulrich Tolle (Alemanha, 16 de fevereiro de 1948) é professor de espiritualidade contemporâneo, considerado mestre e conselheiro espiritual, obteve maior destaque em seu primeiro livro O Poder do Agora, reconhecido como grande escritor sobre espiritualidade.


 


Li o livro O Poder do Agora numa fase muito difícil da minha vida, quando era quase impossível para mim aceitar algumas coisas. Esse livro me ajudou a fixar meus pensamentos no presente, esquecer o passado e parar de ter medo do futuro. Esse texto nos leva a refletir no poder do AGORA... 



Beijos, até a próxima,


sexta-feira, 24 de setembro de 2010

Mais um selinho...

Postado por Celeste Maria Cesar Galvão às 07:48 13 comentários

Recebi esse mimo da Gilmara, do blog Diário de uma psi.

Obrigada Gi, gosto muito do seu blog e fico honrada de receber mais esse selinho.

E a regra para quem ganha este selinho é citar 10 coisas que eu gosto e depois indicar 10 blogs para receber este selinho.

Vamos lá:

  1. Adore ler, desde criança, por incentivo de meus pais eu sempre gostei de ler, os livros sempre foram meus melhores companheiros;
  2. Adoro viajar e mudanças em minha vida, por isso já morei em vários estados do país. Estou em Curitiba há 2 anos apenas e vim de Florianópolis onde morei por 4 anos;
  3. Minha escritora favorita é Clarice Lispector;
  4. Adoro o mar, morar próximo à praia, ver o nascer e o pôr do sol na praia;
  5. Gosto de ouvir música new age para relaxar, tenho CDs de Enya, Kitaro, Secret Garden;
  6. Gosto de cinema e ultimamente tenho adorado os desenhos infantis que também são feitos para adultos;
  7. Amo fazer ninho em casa, colocar colchão na sala, fazer pipoca e assistir a um bom filme com meus filhos;
  8. Adoro um bom vinho importado no frio de Curitiba, embora eu não possa beber;
  9. Gosto muito de massas, uma boa lasanha, um capeletti, um bom macarrão;
  10. Sou apaixonada por este blog e pelos amigos que venho conquistando aqui. Tem sido para mim uma terapia.

Bom, fico meia constrangida em indicar blogs, pois estou na blogosfera há pouco tempo e sinceramente isso é meio embaraçoso. Vou indicar 10 blogs que sempre visito, entretanto eu deixo as pessoas à vontade para participarem ou não desta homenagem:

  1. Blog Café com Bolo, da Glorinha de Lion;
  2. Blog Canto de Contar Cantos, da Cris França;
  3. Blog Coisas da Gil, da Gil;
  4. Blog Agenda Ilustrada, da Macá;
  5. Blog De Amor e de..., da Lúcia Soares;
  6. Blog Tantos Caminhos, da Isadora;
  7. Blog Uivo da Loba, da Valéria Russo;
  8. Blog Cantinho da Si, da Simone Aline;
  9. Blog Navegante do Infinito, da Astrid Annabelle;
  10. Blog Coisinhas da Chica, da Chica.

Bem, mais uma vez gostaria de agradecer à Gilmara e deixo um beijo especial a todos que por aqui passarem...

    com carinho,


    quinta-feira, 23 de setembro de 2010

    Mutantes - Deepak Chopra

    Postado por Celeste Maria Cesar Galvão às 00:00 10 comentários


    Mutantes
    Deepak Chopra*

    "A causa da doença é geralmente muito complexa, mas uma coisa é certa: ninguém provou ainda que é necessário adoecer."

    "Somos as únicas criaturas na face da terra capazes de mudar nossa biologia pelo que pensamos e sentimos!"

    Nossas células estão constantemente bisbilhotando nossos pensamentos e sendo modificados por eles. Um surto de depressão pode arrasar seu sistema imunológico; apaixonar-se, ao contrário, pode fortificá-lo tremendamente. A alegria e a realização nos mantém saudáveis e prolongam a vida.

    A recordação de uma situação estressante, que não passa de um fio de pensamento, libera o mesmo fluxo de hormônios destrutivos que o estresse. A alegria e a realização nos mantém saudáveis e prolongam a vida.

    Quem está deprimido por causa da perda de um emprego projeta tristeza por toda parte no corpo - a produção de neurotransmissores por parte do cérebro reduz-se, o nível de hormônios baixa, o ciclo de sono é interrompido, os receptores neuropeptiídicos na superfície externa das células da pele tornam-se distorcidos, as plaquetas sanguíneas ficam mais viscosas e mais propensas a formar grumos e até suas lágrimas contêm traços químicos diferentes das lagrimas de alegria.

    Todo este perfil bioquímico será drasticamente alterado quando a pessoa encontra uma nova posição. Isto reforça a grande necessidade de usar nossa consciência para criar os corpos que realmente desejamos. A ansiedade por causa de um exame acaba passando, assim como a depressão por causa de um emprego perdido.

    O processo de envelhecimento, contudo, tem que ser combatido a cada dia.
    Shakespeare não estava sendo metafórico quando Próspero disse: " Nós somos feitos da mesma matéria dos sonhos."

    Você quer saber como esta seu corpo hoje?

    Lembre-se do que pensou ontem.

    Quer saber como estará seu corpo amanhã?

    Olhe seus pensamentos hoje!" 

    Ou você abre seu coração, ou algum cardiologista o fará por você!"

    Texto do livro: Saúde Perfeita  



    *Deepak Chopra é indiano radicado nos EUA desde a década de 70, médico formado na Índia, com especialização em Endocrinologia nos Estados Unidos.

    Filósofo de reputação internacional, já escreveu mais de 35 livros,
    um dos mais respeitados pensadores da atualidade.




    É um artigo para se refletir. O quanto mal estamos fazendo a nós mesmos? Em que podemos mudar? Como podemos evitar algumas doenças em nossa vida?


    Bem, beijos e até a próxima,


    terça-feira, 21 de setembro de 2010

    Viva o verde!!!!!!

    Postado por Celeste Maria Cesar Galvão às 21:00 12 comentários
    co2 neutral coupons attractive shopping offers with kaufDA.de



    Vi este post no blog da Macá, Agenda Ilustrada

    Achei interessante e resolvi postar por que hoje é o dia da árvore. 

    É o seguinte: o site alemão Mach's Grün (Make it green - Faça verde) criou um programa chamado "Meu blog é carbono neutro" e ele planta uma árvore na Califórnia para cada blog que divulgar o programa.

    Isso quer dizer que, com esse post, eles irão plantar uma árvore para o Cantinho da Cê e assim eu estarei neutralizando todo o carbono emitido pelos acessos ao meu blog.


    Como eles vão saber que eu postei para plantar a árvore? 

    Eu vou enviar o link da postagem pra eles, simples assim.

    Você não quer participar também?

    Para maiores informações, acesse o site:

    Beijos

    segunda-feira, 20 de setembro de 2010

    Selo de Qualidade

    Postado por Celeste Maria Cesar Galvão às 08:55 6 comentários



    Recebi o selinho de qualidade abaixo da amiga Lúcia Soares, do blog De Amor e de ..., e quero muito agradecer a ela essa gentileza. Estou há apenas um mês e meio neste espaço e para mim é uma honra receber um selo de qualidade. A Lúcia foi uma das primeiras pessoas a me apoiar e a comentar aqui. Isso me animou a continuar e hoje posso dizer que já fiz vários amigos e que estou muito feliz por estar recebendo esse selinho. 

    Obrigada Lúcia querida...


    Quem recebe esse selinho deve falar 9 coisas de si mesma, então lá vai:

    1. Pouca gente sabe, mas criei esse blog em 2006 e só postei uns 6 meses, só retornando a utilizá-lo recentemente;
    2. Sou canhota;
    3. Moro em Curitiba há apenas dois anos, antes morei 4 anos em Florianópolis;
    4. Adoro Clarice Lispector e optei por cursar Letras depois de ler um livro dela;
    5. Adoro ler e recentemente estou relendo dois livros de Clarice, Clarice na cabeceira (contos selecionados) e Perto do coração selvagem;
    6. Já morei em vários lugares diferentes durante minha vida, entre eles Sâo Paulo capital, Piauí e Foz do Iguaçu aqui no Paraná;
    7. Nasci em Brasília - DF;
    8. Adoro cães e só não tenho um no momento por que moro em apartamento;
    9. A maioria das coisas que faço aqui no blog eu aprendo testando, olhando nos outros blogs, aprendo de teimosa que sou.

    Devo também indicar esse selinho a 9 pessoas. Isso é um pouco mais complicado por que embora eu esteja conhecendo muita gente, eu não sei quem ja recebeu ou não, por isso vou indicar e a pessoa fica a vontade para receber ou não. 
    Vamos lá:


    1. Blog Magazine da Dê, da Denise Lopes;
    2. Blog Uivo da Loba, da Valéria Russo;
    3. Blog Cantinho da Si, da Simone Aline;
    4. Blog Navegantes do Infinito, da Astrid Annabelle;
    5. Blog Diário de uma Psico, da Gilmara Coutinho Wolkartt;
    6. Blog Memórias de Vidas Passadas, da Maria Izabel Viegas;
    7. Blog Perguntas em Resposta, da Tati Pastorello;
    8. Blog M@myrene, da Irene Moreira;
    9. Blog Coisinhas da Chica, da Chica.






      Celeste Galvão


      domingo, 19 de setembro de 2010

      Blogagem Coletiva - O Melhor de Mim

      Postado por Celeste Maria Cesar Galvão às 00:06 22 comentários

      Blogagem Coletiva em comemoração aos 2 anos de aniversário do  
      Blog Um pouco de Mim, da Eliane Gaspareto

      Tema: O melhor de Mim



      Hoje é mais um dia de festa para mim e com certeza para todos que participam desta comemoração com a super blogueira Eliane Gaspareto.  Em comemoração ao segundo aniversário de seu famoso blog "Um pouco de Mim" ela promove essa grande festa com prêmios e muita alegria.

      Quando vi o tema da blogagem achei uma idéia muito interessante mas, bastante complicada, pelo menos para mim. 

      É muito fácil para mim falar das pessoas com as quais eu convivo, as quais conheço profundamente e mesmo as que conheço ligeiramente. Quando vou escrever uso de sinceridade com relação às minhas impressões e fica tranquilo me limitar aos fatos e falar o que me vem a mente. 

      No entanto, quando se trata de falar de mim mesma, ainda mais sendo "o melhor de mim", isso requer coragem para vasculhar o porão do meu ser  e buscar lá no íntimo coisas que eu estou sempre a procura e não sei bem se realmente são virtudes minhas.

      Creio que somos como uma obra de arte em construção, em constante reformulação e desenvolvimento. Dia a dia reavaliamos nossos conceitos e nossas qualidades e tentamos ser melhores.Todos nós estamos em busca de aprimorar nosso ser. 

      Entretanto essa busca pela perfeição não é tão fácil assim, é um trabalho contínuo e árduo. Requer constante reavaliação e persistência. Mas, posso dizer algumas coisas que eu já conquistei um pequeno avanço:


      Bem, umas das coisas que eu sempre procurei foi ser uma boa mãe. Eu tive uma adolescência complicada e não me dava muito bem com minha mãe. Então prometi a mim mesma não repetir esse tipo de relacionamento com meus filhos. Procuro ser gentil, paciente, compreensiva e manter um diálogo aberto. Na maioria das vezes isso funciona muito bem.

      Outra aspecto que a maturidade me deu foi a de tentar não julgar as outras pessoas e sempre tentar me colocar no lugar delas para entendê-las. Confesso que nem sempre é fácil e que requer um auto-controle muito grande, mas é possível e tento conservar essa caracterísitca em minha personalidade.


      Sou extremamente caprichosa com as minhas coisas e com as coisas que eu faço. Gosto de tudo muito bem feito e sou detalhista no que faço.


      Finalmente eu sou uma pessoa determinada e persistente. Não desisto fácil dos meus objetivos e estou sempre disposta a enfrentar os obstáculos com coragem.

      Ufa, acho que mostrei um pouquinho da Celeste que eu vejo quando me olho no espelho. Sei que ainda tenho uma longa jornada a trilhar, mas já dou alguns passos em busca de algo melhor.




      Eliane Gaspareto parabéns ao Um pouco de mim pelos 2 anos de vida e muito sucesso e felicidades a vocês,


      Celeste Galvão

      sábado, 18 de setembro de 2010

      Feliz Aniversário Glorinha!!!!!!

      Postado por Celeste Maria Cesar Galvão às 04:00 9 comentários

      Postagem Coletiva em homenagem ao aniversário da Glorinha, do blog Café com Bolo

      Conheci o blog da Glorinha e, consequentemente sua pessoa, no dia 03 de setembro passado, na Blogagem Coletiva sobre Felicidade. 
      Fiquei encantada com a narrativa da Glorinha nesta postagem. Ela fala de toda sua vida, das suas realizações, suas conquistas. 

      Começava ali uma admiração por uma pessoa que eu mal conhecia mas que sabia que a partir daquela data eu iria visitar sempre que ela postasse alguma coisa.

      Qual não foi minha surpresa quando foi convidada a participar desta blogagem coletiva para uma pessoa que mesmo conhecendo a tão pouco tempo eu já admiro tanto.

      Por isso Glorinha este post hoje é em sua homenagem:

      G rande mulher,
        L ivre pensadora,
                           O rgulhosamente vencedora,
                  R aridade entre outras,
                  I nteligente e especial,
             N ascida para amar,
        H ábil escritora e
                 A morosamente gentil.

      L inda mulher,
                    I nteressante e sensível,
                      O nde passa deixa alegria,
                   N aturalmente escritora.


























      Desejo a você Glorinha:


      "Fruto do mato, cheiro de jardim, namoro no portão, domingo sem chuva, segunda sem mau humor, sábado com seu amor, filme de Carlitos, chope com amigos, crônica de Rubem Braga, viver sem inimigos, filme antigo na TV, ter uma pessoa especial e que ela goste de você.
       Música de Tom com letra de Chico, frango caipira em pensão do interior, ouvir uma palavra amável, ter uma surpresa agradável, ver a banda passar.
       Noite de lua cheia, rever uma velha amizade, ter fé em Deus… Não ter que ouvir a palavra NÃO nem NUNCA, nem JAMAIS e ADEUS.
       Rir como criança, ouvir canto de passarinho, sarar de resfriado, escrever um poema de amor, que nunca será rasgado.
       Formar um par ideal, tomar banho de cachoeira, pegar um bronzeado legal, aprender uma nova canção…Esperar alguém na estação.
       Queijo com goiabada, pôr-do-sol na roça…Uma festa, um violão, uma seresta. Recordar um amor antigo, ter um ombro sempre amigo, bater palmas de alegria.
       Uma tarde amena, calçar um velho chinelo, sentar numa velha poltrona, tocar violão para alguém, ouvir a chuva no telhado, vinho branco, Bolero de Ravel"  (Texto de Carlos Drummond de Andrade, Desejo a você

      e...

      toda a felicidade do mundo,

       
      Celeste Galvão


       

      Cantinho da Cê Copyright © 2010 Template adaptado por Elis (Coisas de Lily)